Um papo sobre consumo de carne + dicas de armazéns e sites veganos legais

Há mais ou menos um ano comecei a reduzir meu consumo de carne e a mudar drasticamente meus hábitos de consumo em relação à diversos produtos, especialmente cosméticos, trocando gradualmente produtos convencionais por produtos veganos e cruelty free (não testados em animais). Hoje, já não consumo mais carne de boi, frango e porco, mas ainda consumo peixe e frutos do mar. Também troquei o leite de vaca pelo de soja em casa e reduzi o consumo de ovo e manteiga.

Quando se trata de mudanças de hábitos, já percebi que elas ocorrem de maneiras e em ritmos diferentes para cada um (já falei sobre isso aqui). Normalmente, tratando- se de estilo de vida lixo zero ou veganismo, não ocorrem de um dia para o outro. Quando abordo esses assuntos aqui ou no dia a dia durante conversas com outras pessoas, gosto de seguir algo que aprendi com a Lauren Singer, do Trash is For Tossers. Não gosto de falar sobre esses assuntos através do julgamento e da condenação, mas a partir do exemplo e de uma conversa, até mesmo porque eu não levo uma vida lixo zero perfeita, apesar de querer melhorar sempre.

Outro dia, também vi um post da Agama Loja no Instagram que gostei muito. O post falava sobre celebrar o que as pessoas (e nós mesmos) já conquistaram, ao invés de julgá-las pelo que ainda não fizeram. Ou seja, celebrar o fato de que alguém ou você mesmo começou a reciclar e não dizer “mas ainda não composta..” e acho que essas duas abordagens para a conscientização são muito legais.

Mas o que me motivou a mudar meus hábitos de alimentação e consumo de produtos animais?

Há um pouco mais de um ano, eu assisti ao documentário Terráqueos, que está disponível no Youtube aqui. O foco dele é principalmente o sofrimento que o consumo de carne e outros produtos de origem animal pela população global tem gerado aos animais durante sua vida e durante o processo de abate. É um documentário pesadíssimo, que não tem a intenção de nos poupar da realidade. Mostra como os animais criados para consumo de sua carne, leite, ovos, couro, etc são tratados como meros produtos, sem se levar em conta sua senciência (capacidade ter experiências e ser afetado positiva ou negativamente por elas).  Para quem deseja iniciar um estilo de vida vegetariano ou vegano e prefere começar com um conteúdo mais leve,  recomendo o filme Okja, um filme sul – coreano – americano que aborda o tema de forma mais sutil e que está disponível na Netflix. Ele é bem legal!

O outro documentário que assisti e que me motivou muito a mudar meus hábitos foi Cowspiracy, que também está disponível na Netflix e trata principalmente dos danos ambientais causados pelo consumo de carne atualmente, nos fornecendo números.

Informações importantes

Cowspiracy trata principalmente dos danos ambientais causados pelo consumo de carne atualmente
Imagem: capa ilustrativa do documentário Cowspiracy (revistafundamental.com.br)
  • A criação de animais ocupa cerca de 45% da área da Terra!
  • A cada minuto, 3 milhões de kg de excrementos (cocô de vaca) são produzidos por animais criados para alimentação somente nos EUA;
  • A produção de um hambúrguer demanda o uso de cerca 2500 litros de água;
  • A criação de gado é responsável pela emissão de 51% dos gases causadores do efeito estufa. Gases emitidos por meios de transporte terrestres, aéreos, marinhos e ferroviários são responsáveis por cerca de 13% dessas emissões.
  • A cada segundo, cerca de 1 a 2 acres de floresta amazônica são destruídos. Isso equivale a aproximadamente 4000 m² a 8000 m² de destruição e a pecuária é responsável por cerca de 91% dela.

Esses são apenas alguns dos dados passados no documentário. E por que meu próximo objetivo é parar de consumir peixe? Porque segundo o documentário, dentre outros problemas, a cada 1Kg de peixe pescado, 5Kg de outros animais são descartados. Isso quer dizer que, na rede de pesca, além do peixe que consumimos, são capturadas tartarugas, golfinhos e diversos outros animais, que acabam morrendo!

Como aderir a esse estilo de vida?

Que mudanças fazer e que alimentos e produtos substituir? Muitas pessoas dão seus primeiros passos rumo a esse estilo de vida aderindo ao movimento Segunda sem Carne, substituindo a carne por uma proteína vegetal nas segundas-feiras.

Quando decidi reduzir drasticamente o consumo de carne, decidi ir à uma nutricionista especializada que, além de ter montado comigo uma rotina de alimentação personalizada para minha rotina, idade e particularidades, me deu várias dicas de receitas legais. Há também vários sites e contas de Instagram bem legais onde podemos encontrar receitas vegetarianas e veganas.

Para aqueles que desejam se tornar veganos, ou pelo menos realizar algumas trocas de produtos convencionais por veganos, eu já recomendei várias marcas veganas aqui e aqui. Também recomendo o site Beleza Pura, que vende diversos produtos de higiene e cosméticos veganos. Recomendo também as páginas de Instagram  e as lojas de armazéns veganos, como o Vegan Club, Vegan Sisters e Venne Vegan, aqui de Belo Horizonte, que vendem vários produtos alimentícios também, dão várias dicas de receitas e entendem muito mais do assunto do que eu. Eu sempre acompanho suas redes sociais para aprender mais e recomendo muito!

 

Share
Facebook
Facebook
TWITTER
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *